gototopgototop
Educação a Distância

Referência em Fisioterapia na Internet

Referência em Fisioterapia na Internet

FisioWeb em Foco

Reportagens
FisioVídeos

Acesso - Usuário



Nossos Sites

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso

Buscador - Artigos

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Educação a Distância
Banner
Educação a Distância
Educação a Distância

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
Promoção de Hábitos de Vida Saudáveis na Saúde do Adulto Imprimir E-mail

Educação a Distância

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

 

Trabalho realizado por:

Marina Chaves Carneiro - Patrícia Sauer - Rodrigo Paganella Marcondes - Tainara Gurski.

Acadêmicos do Curso de Fisioterapia do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE

Orientador: Rubneide Barreto Silva Gallo.

Professora do curso de Fisioterapia do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE

Co-Orientadora: Carla Denise Scherementa.

Professora do curso de Fisioterapia do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais – CESCAGE

 

Resumo

Por conta da preocupação em buscar sustento e vida profissional de sucesso, muitos adultos interferem na sua própria alimentação saudável e hábitos de saúde cortando suas necessidades fisiológicas, sociais, de segurança, de auto-estima e de auto-realização, o que causa estresse e ritmo acelerado no dia-a-dia, por consequência acelerando o surgimento de patologias que não se manifestariam caso esses indivíduos fossem conscientizados sobre estes comportamentos nocivos. Desenvolvemos um projeto de extensão com objetivo de reconhecer o papel do fisioterapeuta no papel da promoção de hábitos de vida saudáveis para a saúde do adulto, aonde foram apresentados os conceitos de sáude segundo a OMS e a teoria de hierarquização por Abraham Harold Maslow a vários voluntários da faixa etária em questão. Foram realizadas técnicas como a quick massage, auriculoterapia, chi kung e dinâmicas de “pergunta ou desafio” em grupos de aproximadamente vinte pessoas no campus CESCAGE aonde foram abordado os temas de educação postural, alimentar e conscientização de hábitos saudáveis. Constatamos entusiasmo e disposição dos voluntários, embora um pouco tímidas, ao participarem das atividades também compartilhando suas próprias experiências de vida e demonstrando um certo conhecimento antecedente sobre o tema objetivo do projeto. Isso indica que há a iniciativa e o interesse vindo dos participantes em adquirir uma vida mais sáudavel e abdicar hábitos nocivos que podem acarretar problemas mais sérios no futuro. Cabe ao fisioterapeuta atuar na prevenção das doenças consequentes dos máus hábitos através da intervenção e conscientização contínua da população.


Abstract

Because of the worries of pursuing self-sustenance and a successful business life, a lot of adults interfere on their own healthy habits and alimentation by severing off their own physiological, social, security, self-esteem and self-realization needs, which causes stress and an accelerated day-by-day rhythm, also accelerating the appearance of pathologies that wouldn’t manifest unless these individuals were made aware of these harmful behaviors. We have developed an extension project with the objective of the recognition of the physical therapist in the role of the promotion of healthy life habits for adulthood’s health, where it was presented the health concepts according to WHO(World Health Association) and the theory of hierarchy by Abraham Harold Maslow to many volunteers of the age group in question. Various techniques like quick massage, ear acupuncture, qi gong and other collective dynamics of “question and answer” were applied in groups of approximately twenty people on the CESCAGE campus where the subjects of postural education, eating and healthy habits were approached. We found enthusiasm and disposition coming from the attendants, although a little timid, in participating in the activities as well as sharing their own life experiences and demonstrating a certain previous knowledge of the theme subject of the project. That indicates that there is initiative and interest coming from the volunteers in acquiring better life habits and abdicating harmful behaviors that could cause more serious health problems in the future. It is up to the physiotherapist to operate in the prevention of bad behavior diseases through intervention and awareness of the population.

 

Introdução

A Organização Mundial da Saúde, em 1946 definiu a saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. Atualmente o foco único na doença, que sempre foi priorizado em pesquisas da área de saúde, cede espaço a estudos de características adaptativas, sendo algumas: esperança, sabedoria, criatividade, coragem e espiritualidade. Já em 1983, a Assembléia Mundial de Saúde, abordando a inclusão de uma dimensão não-material ou espiritual de saúde está sendo discutida extensamente a ponto de haver uma proposta para modificar o conceito clássico de saúde da OMS para “um estado dinâmico completo de bem-estar físico, mental, espiritual e social e não meramente a ausência de doença” (PANZINI et al, 2007).

Abraham Harold Maslow, pesquisador, professor e psicólogo americano, construiu em meados do século 20 a Teoria da Hierarquização das Necessidades Humanas, conhecida como teoria da motivação humana, na qual as necessidades são agrupadas em cinco níveis (ROCHA, 2005):

1) Necessidades fisiológicas: alimento, ar, água, eliminação, vestuário, bem-estar, atividade e repouso, em quantidades suficientes para a sobrevivência (ATKINSON et.al. 1995, p.436).

2) Necessidades de segurança: livre de qualquer ameaça de perigo ou ataque (ATKINSON et.al. 1995, p.436).

3) Necessidades sociais: relacionamentos interpessoais (amor - amar e ser amado, sexualidade, família colegas, amigos) (ATKINSON et.al. 1995, p.436).

4) Necessidades de auto-estima: necessidades que o indivíduo precisa alcançar para sentir-se confiante. Auto-confiança, aprovação, reconhecimento, respeito, produtividade, expressão e comunicação (ATKINSON et.al. 1995, p.436).

5) Necessidades de auto-realização: A auto-realização envolve a moralidade, criatividade, espontaneidade, solução de problemas, ausência de preconceitos e a aceitação dos fatos (ATKINSON et.al. 1995, p.436).

Dentro do pensamento de Maslow, quanto mais alto o nível alcançado na pirâmide motivacional, maior é a qualidade de vida alcançada (FERREIRA,2007). É praticamente impossível estar auto-realizado sem que suas necessidades básicas (fisiológicas, de segurança e sociais) estejam atendidas (PACHECO, 2010).

Nos dias atuais os adultos aparentam estarem mais preocupados em buscar o sustento ou o sucesso profissional, quebrando regras básicas, deixando, por exemplo, de se alimentar ou se alimentando apenas com lanches rápidos e pouco saudáveis. Este ritmo acelerado que estressa as pessoas também acelera o aparecimento de doenças como diabetes, colesterol alto, hipertensão, obesidade, dores na coluna, ansiedade e depressão. Ninguém está livre dos problemas de saúde, que muitas vezes são precipitados em virtude de hábitos de vida inadequados. Porém é importante ter hábitos de vida saudáveis para a prevenção e controle de doenças crônicas. O projeto foi aplicado pelos acadêmicos de Fisioterapia do CESCAGE (Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais) na faculdade CESCAGE Jardim Paraíso. Foram realizadas dinâmicas que proporcionaram um melhor entendimento dos participantes sobre a qualidade de vida a partir de hábitos saudáveis.

 

Objetivo

• Reconhecer a atuação da fisioterapia na promoção de hábitos de vida saudáveis para a saúde do adulto.

 

Materiais e Métodos

Trata-se de um estudo qualitativo a partir da observação e experiência vivenciada pelos acadêmicos de Fisioterapia do 3º período do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais com a Educação em Saúde.

O tema em Educação em Saúde abordado pelo grupo foi hábitos de vida saudáveis na saúde do adulto. Foram realizadas técnicas e dinâmicas grupos de aproximadamente 20 pessoas com duração de 1 hora, com finalidades terapêuticas para o controle ou prevenção de doenças crônicas. Foi ressaltada a importância de ter hábitos de vida saudáveis, como: atividades físicas, alimentação saudável, lazer, saúde mental, espiritual, interação social, relações interpessoais, havendo momentos de distração e interação entre os participantes.

A atividade foi realizada nos dias 20 e 27 de maio. O público abordado foi adulto (homens e mulheres com faixa etária de 20 a 59 anos). No dia 20 de maio 20 pessoas participaram, e no dia 27 de maio 17 pessoas participaram da atividade. A atividade foi realizada na Faculdade CESCAGE (Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais) do Jardim Paraíso.

Foram utilizados os seguintes matérias: cartazes, bola, rádio, cadeira de Quick Massage, sementes de mostarda, caixa com perguntas, E.V.A.

 

As técnicas e dinâmicas foram realizadas em 3 momentos:

1º momento: “Pergunta ou Desafio”

2º momento: Chi Kung

3º momento: Auriculoterapia e Quick Massage

 

1º momento: “Pergunta ou Desafio”:

Os participantes foram reunidos no pátio da faculdade Cescage Jd. Paraiso e posicionados em círculo, formando uma roda, na qual foi realizada a dinâmica de pergunta e resposta. Foi utilizada uma bola, uma ficha com as perguntas, cartazes, álbum seriado e um rádio.Os participantes passaram a bola de um para o outro dentro da roda enquanto a música estiva tocando. Quando a música parava, quem estivesse com a bola deveria sortear de dentro da caixa uma pergunta e tentar responde-la. Se o participante não soubesse a resposta ou a resposta não estiver correta, os participante deveria realizar um desafio. Dentre os desafios: comer uma fruta, cantar, dançar, pular,etc.

OBS: a cada pergunta realizada, os acadêmicos de Fisioterapia respondiam através de orientações referentes aos hábitos saudáveis para a melhoria da qualidade de vida, reforçando as informações dos cartazes.

 

 

2º momento: Chi Kung

Após as orientações sobre os hábitos saudáveis, foi realizada a dinâmica Chi Kung. O Chi Kung é uma prática chinesa que associa movimentos suaves, respiração regular, mente tranquila, relaxamento corporal. Promove diminuição da frequência cardíaca, aumento da microcirculação periférica e melhora das funções cardíacas para a harmonização da energia do corpo atingindo a homeostase (LIVRAMENTO; FRANCO; LIVRAMENTO; 2010).

O Chi Kung é um exercício que procura aliar a respiração a um determinado estado mental (intenção) explorando portanto a força da própria mente. É muito importante que as pessoas pratiquem os exercícios regularmente para a manutenção de um estado equilibrado, saudável. Através do estudo do Chi Kung há a possibilidade de classificar uma patologia, segundo os critérios da Medicina Tradicional Chinesa, e desenvolver uma série personalizada de exercícios para ser praticada em casa, além das sessões individuais as quais as pessoas podem comparecer (LIVRAMENTO; FRANCO; LIVRAMENTO; 2010).

 

 

 

3º momento:

Os participantes realizaram Auriculoterapia e Quick Massage

- Auriculoterapia:

Foi realizada a técnica de Auriculoterapia com a finalidade de reduzir o estresse e a ansiedade dos participantes.

A auriculoterapia é uma técnica integrada da Medicina Tradicional Chinesa. A Medicina Tradicional Chinesa relaciona o pavilhão auricular com o corpo e os órgãos (NEVES, 2010).

A auriculoterapia está sendo pesquisada e aplicada cada vez mais como método de diagnóstico e tratamento de patologias, aperfeiçoando também seus materiais de aplicação sendo possível utilizar as sementes como os estimuladores esféricos, sendo um método mais seguro, não invasivo e apresentando um baixo risco de lesões (NEVES, 2010).

A terapia utiliza o pavilhão auricular para tratar as doenças, tanto físicas quanto mentais. São estimulados pontos de reflexo que correspondem aos órgãos e as funções do corpo humano, os quais estimulam o cérebro a produzir reações correspondentes ao local que queira ser estimulado, fornecendo efeitos de prevenção e curativo das enfermidades presentes no organismo dos indivíduos (SOUZA, 2001).

 

 

- Quick massage:

Foi realizada a massagem que utiliza os pontos de acupressão do Shiatsu em uma cadeira adaptada para alinhamento da coluna para promover relaxamento e alívio de tensões.

A Quick massage (massagem rápida), é uma técnica de massagem realizada em uma cadeira especialmente projetada para suportar o corpo do indivíduo de forma que, ele possa ficar numa posição confortável e relaxante, podendo ser realizada em ambiente publico sem a necessidade de despir-se (MORETTI e LIMA, 2010).

Além de ser uma massagem rápida, com tempo de duração de 15 a 20 minutos, proporciona benefícios como o aumento da produtividade, alívio da tensão muscular, ativação da circulação sanguínea, melhora da qualidade respiratória, redução da ansiedade e irritação, diminuição do quadro álgico, aumento da concentração e da disposição, melhora do humor e auxílio da motivação. A Quick massage, também pode contribuir melhorando a qualidade de vida de profissionais, prevenindo assim, o estresse, a fadiga, a tensão e as dores musculares. (MORETTI e LIMA, 2010).

 

 

Os dados foram analisados a partir da observação da professora orientadora e dos acadêmicos que participaram das atividades.

 

Resultados e Discussão

Ao chegar ao local (Cescage Paraíso) às 13:30 no primeiro dia (20 de maio), colocamos as cadeiras em forma de roda no jardim próximo à biblioteca, espalhamos os cartazes e banners próximo à roda. No segundo dia (27 de maio) foi feito na sala de aula da mesma forma.

Conforme as pessoas chegavam, escolhiam um lugar para se sentarem, estavam animadas e um pouco tímidas, pois não sabiam ao certo o que iriam fazer. Após a chegada de todos, nos apresentamos e em seguida começamos com a dinâmica da “pergunta ou resposta”. Quando a musica parava, a pessoa escolhia uma pergunta para responder, em seguida complementávamos as respostas, explicávamos os cartazes. Em seguida realizamos o Chi Kung.

Os participantes que tiveram interesse e disponibilidade ficaram para a Auriculoterapia e a Quick Massage. No decorrer da atividade, os participantes se desinibiam e interagiam, argumentaram, contaram um pouco sobre suas vidas, seus hábitos, seus relacionamentos familiares e o que cada um podia fazer para melhorar a qualidade de vida.

A dinâmica foi realizada com facilidade, pois os participantes já sabiam de muitas coisas. Os participantes também nos ensinaram muitas coisas. Discutimos e trocamos idéias de como reutilizar certos alimentos como por exemplo a casca de banana, o bagaço de algumas frutas, verduras entre outras coisas.

Foi possível perceber que os participantes ficaram satisfeitos de contarem suas histórias e como vivenciam os hábitos saudáveis. Gerou uma discussão construtiva em que todos argumentavam e contavam o que faziam em casa e o que não faziam e o que podiam fazer para melhorar a qualidade de vida. Foram satisfatoriamente participativos tanto no primeiro dia quanto no segundo.

Gostaram muito do Chi Kung, participaram com descontração e entusiasmo. Nem todos os participantes puderam realizar a Auriculoterapia e a Quick Massage devido ao horário de trabalho. Gostaríamos que todos pudessem ter a experiência de aproveitar alguns dos recursos que a fisioterapia pode oferecer.

Foi uma experiência muito boa, pois aprendemos com eles e eles aprenderam conosco de uma forma descontraída. O que queríamos passar para as pessoas que participaram era que podemos ter uma vida saudável fazendo e mudando coisas simples e que a fisioterapia também esta atuando nessa área.

Para nós, acadêmicos de Fisioterapia, foi uma oportunidade de reconhecermos a importância de nossso papel como fisioterapeutas na prevenção de diversas doenças crônicas na comunidade. E para a comunidade foi uma forma de aprendizado e orientações da fisioterapia.

 

Considerações Finais

Para ter uma vida saudavel é preciso ter hábitos saudáveis que fazem bem para o corpo, a mente e o espirito, gerando equílibrio. Além de beber água, ter uma alimentação adequada com todos os nutrientes que o corpo necessita é fundamental.

Evitar a auto medicação é outro habito saúdavel que previne efeitos colaterais pelo uso incorreto e desnecessario de medicamentos. O sono é essencial para o ser humano, afinal o corpo e a mente precisam de repouso para melhor funcionamento. Uma boa noite de sono aumenta a disposição fisica e mental. O tabagismo, o alcoolismo e o uso exessivo de medicamentos estimulam exessivamente o sistema nervoso almentando a ansiedade e o estresse. Porém a pratica de exercicios fisicos traz beneficios não somente fisicos como também mentais, emocionais e afetivos. Além de fortalecer os músculos, aumenta a capacidade vital, previne a obesidade, a hipertensao arterial, eleva a condição psicologica e aumenta a alegria de viver.

Assim pudemos concluir que com a realizaçao da atividade os participantes demonstraram interesse em tentar mudar seu habitos em casa, no trabalho e nos momentos de lazer. Devido à comodidade que a tecnologia favorece e o tempo de lazer cada vez mais curto devido à vida moderna (trabalhar, estudar, cuidar da familia, etc.), as pessoas vem se tornando cada vez mais sedentárias, levando cada vez mais pessoas às doenças cronicas.

Cabe a fisioterapia atuar na prevenção das doenças cronicas atraves da promoção de hábitos saúdaveis, utilizando tecnicas como quick massage (como forma de relaxamento e correção postural), auriculoterapia (como terapia complementar) e Chi kung (para alongamento, relaxamento, correção postural e respiração).

Devido a escassez de literatura, sugere-se mais pesquisas acerca das tecnicas, visando uma otimização da conduta.

 

Referências Bibliográficas:

ATKINSON, R.L.; ATIKINSON, R.C.; SMITH, E.E. BEM, D.J.; Introdução à Psicologia. Editora Artmed. 1995.11ª Edição.

FERREIRA, D.M. Qualidade de vida no Trabalho: um debate necessário. Universidade Candido Mendes. 2007. Disponível em: http://www.avm.edu.br/monopdf/23/DANIELLE%20MELO%20FERREIRA.pdf Acessado em: 23/04/14.

KUREBAYASHI,L.,F.,S.; GNATTA,J., R.; BORGES, T. P.; SILVA, M., J.,P. Eficácia da auriculoterapia para estresse segundo experiência

do terapeuta: ensaio clínico.

LESSA, I; MENDONÇA,A.S.; TEIXEIRA,M.T.B. Doenças crônicas não-transmissíveis no Brasil: dos fatores de risco ao impacto social. 1996. Disponível em: http://hist.library.paho.org/Spanish/BOL/v120n5p389.pdf

LIVRAMENTO, G.; FRANCO, T.; LIVRAMENTO, A. Exercícios de Chi Kung. Rev. bras. Saúde ocup., São Paulo, 35 (121): 74-86, 2010 Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbso/v35n121/09.pdf

MORETTI, Andrezza; LIMA, Valquíria de. Massagem no ambiente de trabalho. São Paulo: Phorte, 2010

NEVES, Marcos Lisboa. Manual prático de auriculoterapia. 2ª Ed. - Porto Alegre: Merithus, 2010. 100 p.

PACHECO, R.S. Qualidade de vida no trabalho: O caso da empresa Energisa S/A, na percepção dos colaboradores do Departamento Contábil. Acessado em: 22/04/14. Disponível em: http://www.sudamerica.edu.br/arquivos_internos/publicacoes/QUALIDADE_DE_VIDA_NO_TRABALHO.pdf

PANZINI, R.G.; ROCHA N.S.D.; BANDEIRA, D.R.; FLECK, M.P.D.A.;. Qualidade de vida e espiritualidade. Revista de Psiquiatria Clinica, vol. 34,supl1;2007. Acessado em: 31/03/2014 às 11h57min. Disponível em: <http://www.hcnet.usp.br/ipq/revista/vol34/s1/105.html>

PIANCASTELLI, C.H.; SPIRITO, G.C.D. Saúde do Adulto. Nescon. UFMG. 2013. 2ª Edição. Acessado em: 31/03/2014. As 13h12min. Disponível em: <https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/3999.pdf>

ROCHA, R. M. Enfermagem em saúde mental. 2ª Edição atualizada e ampliada. Editora Senac. Rio de Janeiro. 2005.

SOUZA, M. P. de. Tratado de Auriculoterapia. Copyright, 2001. 358 p.

 

 

Obs:

- Todo direito e responsabilidade do conteúdo são de seus autores.

- Publicado em 13/11/2014.



Artigos Relacionados:
 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack