gototopgototop
Educação a Distância

Referência em Fisioterapia na Internet

Referência em Fisioterapia na Internet

FisioWeb em Foco

Reportagens
FisioVídeos

Acesso - Usuário



Nossos Sites

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso

Buscador - Artigos

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Educação a Distância
Banner
Educação a Distância
Educação a Distância

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
A Eficácia da Técnica de Ultracavitação na Redução de Gordura Localizada Abdominal Imprimir E-mail

Educação a Distância

Avaliação do Usuário: / 24
PiorMelhor 


The efficacy of High-Intensity Focused Ultrasound on reducing Adipose Tissue

Trabalho realizado por:

Ft. Fabíola Zucco.

Contato: szucco@terra.com.br

 

Resumo

O ultrassom focado de alta intensidade é uma técnica não invasiva de redução de tecido adiposo e que auxilia no contorno corporal. O objetivo deste estudo foi observar a eficácia e segurança do aparelho em reduzir gordura localizada. A energia deste produz cavitação resultando na ruptura da célula de gordura, preservando nervos e vasos sanguíneos. Mesmo os resultados não sendo equivalentes a uma cirurgia, este aparelho se mostra uma alternativa eficiente e segura para pacientes apreensivos em realizar uma lipoaspiração.

 

Abstract

The High-Intensity Focused Ultrasound is a noninvasive fat reduction and body contouring system. The aim of this study was to assess the efficacy and safety of HIFU in reducing localized fat. This energy is able to produce cavitation leading to fat cell lysis while sparing adjacent blood vessels and nerves. Although the results are not equivalent to surgical results, this device will offer a safe and effective alternative for patients who are apprehensive about undergoing liposuction.

 

 

Introdução

Os aparelhos de adipocito-destruição usam microondas (iguais às do microondas da cozinha) ou ultra sons (iguais aos dos aparelhos de ecografia ou dos sonares dos barcos).

Temos assim (FERREIRA, 2012):

- Microondas que são ondas electromagnéticas situadas entre a radiação InfraVermelha e a radiação de Frequência Modelada dos nossos rádios

- Ultrassons que não são mais que vibrações como as que saem de um alto-falante, mas com frequências superiores aquelas que o ouvido humano pode detectar.

Há vários sistemas de cavitação: cavitação estável, a cavitação dupla ultra e ultracavitação, a sua utilização irá depender da necessidade específica de cada indivíduo. Quando falamos de cavitação, referimo-nos no sentido de que as três tecnologias que estão sendo produzidos, mas como conseguir este efeito é diferente, dependendo do padrão de onda (MANZANO, 2012)

• Cavitação estável: as obras tradicionais físicos no princípio da cavitação gerado de uma maneira controlada e, em seguida, repetiu implode microbolhas. Então quebrar as estruturas duras de depósitos de gordura localizados resistentes à dieta. É tecnologicamente simples.

• Cavitação duplo: é o uso de aparelhos que produz duas ondas de frequências diferentes e combinados em paralelo com a produção de microbolhas, gera um aumento da temperatura interna que provoca uma destruição seletiva da massa tratada. Você pode combinar este tratamento com endermologia que estimula oxigenação dos tecidos e proporcionando um melhor fornecimento de sangue. Este tratamento difere de outro, pois permite um efeito sonoforético e, assim, penetrar os princípios ativos. Isso significa uma contribuição importante de nutrientes que é muito benéfico para o corpo. A cavitação duplo é indicado para combater os depósitos de gordura em casos de áreas difíceis

• Ultracavitação: Este sistema incorpora baixa freqüência ultra-som para quebrar o tecido adiposo sem danificar a microcirculação. Por as ondas que se propagam de vibração ultra-sônica gerada uma série de bolhas que criam uma compressão estável que permite separar os nódulos gordos, quebrar a membrana de adipócitos e dissolver a gordura que eles contêm. Este tipo de cavitação funciona melhor em casos de flacidez associada aplicando o efeito térmico. Fala-se em ultracavitação como uma alternativa para a lipoaspiração, nos casos estamos falando sobre os depósitos de gordura, ou seja, em pacientes com um IMC saudável e percentual de gordura corporal dentro dos limites.

No tratamento de gordura localizada com ultrassons são utilizados intensidades de pico em equipamentos de alta gerados por cavitação estáveis e instáveis, criando aberturas transitórias da membrana célula (WATSON, 2009), de modo que eles são chamados ultracavitacionais. Triglicerídeos são libertados para o fluido intersticial, onde os ácidos gordos livres após pode ser oxidado nos tecidos que necessitam de energia ou ser transportados para o fígado. O resultado é uma redução no tecido adiposo.

As vantagens deste tipo de tratamento são inúmeras, sendo uma alternativa a cirurgia estética, técnica não invasiva e sem dor, com resultados satisfatórios quando utilizada de maneira focada, e o baixo custo quando comparado a uma cirurgia.

 

Mecanismo de ação

O ultrassom cavitacional é um equipamento que se baseia na ação terapêutica e aplicação de ondas de ultrassom com mais de 30 watts de potência,estas são compostas por diferentes pressões positivas e negativas criando uma inumerável quantidade de nanobolhas que o diferencia do ultrassom convencional conforme FATEMI (2009). Este é um aparelho de geração focalizado. Abaixo a diferença de uma lipocavitação focalizada e não focalizada (LIPOLINE):

Estas nanobolhas acumulam energia e crescem a um tamanho que se tornam instáveis e implodem nas cavidades do líquido intersticial no tecido adiposo. Essa explosão das nanobolhas libera uma quantidade tal de energia que se cria uma pressão sobre a membrana celular do tecido adiposo, liberando na corrente sangüínea moléculas de gordura, que serão liberados e eliminados do organismo (MATIAS, 2011).

No tratamento de adiposidade localizada com ultrassom de intensidade elevada, estes geram uma cavitação estável e instável, realizando aberturas transitórias das membranas celulares, sendo então denominados ultracavitacionais(WATSON, 2009). Estes produzem a abertura dos triglicerídeos ao liquido intersticial. Os danos ocorridos aos adipócitos resultam em uma resposta inflamatória, composta fundamentalmente por macrófagos, neutrólifos, células plasmáticas e linfócitos atraídos para fagocitar e transportar as células danificadas (FATEMI, 2010).

Abaixo segue como se formam as nanobolhas (LIPOLINE):

 

 

O processo seletivo da lise do adipócito acontece sem causar nenhum dano aos tecidos adjacentes, tais como vasos sangüíneos e linfáticos, nervos periféricos ou músculos. O processo seletivo da lise do adipócito é liberada através dos mecanismos normais do organismo. Os Triglicéres são liberados dentro do fluído intersticial e gradualmente transportados pelo sistema vascular hepático. O fígado não faz distinção entre a gordura originária das células adiposas destruídas e a gordura derivada do consumo alimentar. Os resíduos celulares são removidos através dos caminhos fisiológicos normais (FATEMI, 2009).

FERREIRA (2012) diverge afirmando que a gordura destrúida durante este tratamento tem mais tendência em depositar-se em determindada zonas corporais. Conforme o mesmo ator essas zonas são variáveis com o sexo e com o tipo de constituição física de cada um.

No caso da destruição do tecido adiposo pelas radiações transcutâneas podemos reduzir os riscos e aumentar a sua eficiência controlando os lípidos no sangue antes e depois de cada sessão para determinar quando se pode realizar a sessão seguinte e ainda que quantidades de tecido adiposo podemos destruir em cada sessão. Devemos também instituir uma dieta que leve a que a gordura libertada para o sangue depois de cada sessão seja o mais possível consumida pelo organismo como fonte energética, e que assim se vá depositar o menos possível no tecido adiposo de todo o corpo. Os seus resultados nunca serão como os da lipoaspiração mas podemos atingir resultados que rondam os 80% da lipoaspiração, praticamente sem dores e sem incapacidades temporárias para a atividade laboral do paciente (FERREIRA, 2012).

No estudo GADSDEN ET AL (2011) 152 pessoas saudáveis realizaram o procedimento de ultracavitação e confirmaram sua eficácia e segurança, sendo que os voluntários não apresentaram nenhuma complicação.

 

Desenvolvimento e Demonstração dos Resultados

Para quantificar e mensurar a redução da gordura localizada há diversos métodos. Neste trabalho será realizado a cirtometria. O peso foi controlado semanalmente.

Os indivíduos foram atendidos em uma Clínica de Fisioterapia em Gaspar-SC, em um período de quatro semanas, sendo realizada uma sessão por semana, sessões de uma hora.

Antes de iniciar o tratamento foi requisitado aos indivíduos um exame de colesterol e triglicerídeos.

Foi realizado uma orientação alimentar com nutricionista (Anexo 1)

Em seguida ao tratamento foi realizado trinta minutos de Plataforma Vibratória. Vários artigos não científicos relatam a importância de realizar atividade física após a realização do procedimento. Mesmo não havendo uma pesquisa séria sobre a prática de alguma atividade física após a utilização da ultracavitação, foi realizado esta seqüência, pelo fato de estar comprovado os benefícios da plataforma vibratória no aumento da circulação, do metabolismo e drenagem (BATISTA ET AL, 2007; FATTORINI ET AL, 2006).

As voluntárias relataram não sentir desconforto durante a sessão.

O aparelho utilizado foi o Liposonic, da empresa Meditea. Foram feitas as seguintes restrições as voluntárias, conforme as contra-indicações enviadas pela empresa:

• Alto nível de triglicerídeos;

• Arteriosclerose;

• Patologias auditivas (relativa);

• O aparelho não deve absolutamente ser utilizado com pessoas portadoras de “PACE MAKER” ou mulheres grávidas;

• Não usar o aparelho no caso de patologias ativas;

• Não usar em áreas inflamadas ou sobre feridas.

 

Especificações do equipamento:

Peso: 7,0 Kg.

Embalagem: 1,0 Kg.

Total (peso + embalagem): 8,0 Kg.

Medidas: 36 x 23 x 38 cm.

Potência : 30 watts

Frequencia de 45 KHz e Profundidade de 3 MHz

Ultrassom focado

Realiza ultracavitação

 

Modo de Aplicação:

• Aplicar generosa camada de gel, observando que o gel não deverá ser muito espesso;

• Não manter o cabeçote fixo em nenhum momento da aplicação, mas passar de forma lenta e focalizada;

• Determinar áreas entre 15cmq a 20cmq no máximo;

• Tempo de aplicação adequado 30 minutos por área, com intensidade de 70%;

• Áreas de aplicação: abdômen e flancos.

 

Dados das Pacientes

Paciente 1

Antes

Depois 4 sessões

Abdômen – região umbilical

85

81

Cintura

72

69

4 cm para baixo do umbigo

88

83


Paciente2

Antes

Depois 4 sessões

Abdômen – região umbilical

90

83

Cintura

84

80

4 cm para baixo do umbigo

98

90

 

Paciente 3

Antes

Depois 4 sessões

Abdômen – região umbilical

86

81

Cintura

82

77

4 cm para baixo do umbigo

89

84

 

Conclusão

Os resultados da lipocavitação são vistos logo no primeiro dia de tratamento e ocorre de forma progressiva. Mesmo não sendo os resultados equivalentes aos resultados de uma lipoaspiração, esta técnica oferece uma alternativa eficaz e segura aos pacientes, principalmente aos que estão apreensivos quanto realizar uma cirurgia estética.

As paciente submetidas ao tratamento relataram um alto grau de satisfação com os resultados.

Hematomas e equimoses não foram encontrados no estudo, demonstrando a ausência de ação do ultracavitação sobre os vasos sanguíneos.

Sugere-se a realização de uma avaliação dos resultados da aplicação de ultrassom cavitacional associada a drenagem linfática até 24hs após o tratamento.

 

Referência Bibliográfica

BATISTA, M. A. B.;et AL Efeitos do Treinamento com Plataformas Vibratórias R. bras. Ci e Mov. 2007;

15(3): 103-113;.

COLEMAN ET AL. Non-invasive, external ultrasonic lipolysis. Semin Cut Med Surg. 2009; 28(4): 263-267

FATEMI, A. High-Intensity Focused Ultrasound Effectively Reduces Adipose Tissue Advances in Body Shaping. Semin Cutan Med Surg 2009;28(4):257-62.

FATEMI A, KANE, MA. High-Intensity Focused Ultrasound Effectively Reduces Waist Circumference by Ablating Adipose Tissue from the Abdomen and Flanks: A Retrospective Case

Series. Aesthetic Plast Surg. 2010 Apr 10;5:577-82.

FATTORINI, L., A. ET AL. Motor performance changes induced by muscle vibration. Eur J Appl Physiol. 2006.

FERREIRA, J D. Adipocito-Destruição. Acesso 10 de abril de 2012. Disponível : www.joaodecioferreira.com

GADSDEN, E. et al Evaluation of a novel high-intensity focused ultrasound device for ablating subcutaneous adipose tissue for noninvasive body contouring: safety studies in human volunteers. Aesthet Surg J. 2011 May;31(4):401-10.

GUIRRO, E; GUIRRO, R; Fisioterapia Dermato-Funcional; Editora Manole, 3o edição, São Paulo, 2002.

LIPOLINE. Microsoft Power Point Requerido: www.admrepresentacoes.com.br

MANZANO, M e SALVADOR, L. Sistemas de Cavitação. Acesso em 12 de abril 2012. Disponível: http://www.esthetic.es/estheticworld/aparatologia_ficha.php?id=00000016

MATIAS, M. Lipocavitação . Acesso em 10 de maio 2011. Disponível : http://www.ibemm.com.br/tratamentos.html#lipocavitacao

MEYER ET AL .Ultracavitación de baja frecuencia: estudio de caso Revista Cientifica da Escola da Saúde.Ano 1, n° 2, abr. / set. 2012

Spencer A. Brown PD, Lior Greenbaum PD, Stella Shtukmaste r MS, Zadok Y, Ben-Ezra S,

Leonid Kushkuley PD. Characterization of Nonthermal Focused Ultrasound For Noninvasive

Selective Fat Cel Disruption (Lysis): Technical and Preclinical Assessment. Noninvasive Fat

Cell Disruption. 2009;24(1):92-101.

TEITELBAUM ET AL. Noninvasive body contouring by focused ultrasound: safety and efficacy of the Contour I device in a multicenter, controlled, clinical study. Plast Reconstr Surg. 2007 Sep;120(3):779-89

WATSON, T. Eletroterapia: prática baseada em evidências. Barcelona Espanha: Elsevier Churchill Livingstone, 2009

ZUCCO, F. A Drenagem linfática e sua aplicabilidade nos transtornos circulatórios. Acesso 12 de abril de 2012 . Disponível: http://www.santafisio.com/trabalhos/ver.asp?codigo=173

 

Anexo 1

Orientações para Ultrassom Cavitacional.

Devido à quebra das células de gordura e a liberação da mesma na corrente sanguínea, é de grande importância ter níveis normais de colesterol e triglicerídeos no sangue. Controle o consumo de gorduras na alimentação, evitando:

Leite integral, queijos amarelos, creme de leite, banha, pele de

aves, ovos, manteiga e entre outros.

Carnes vermelhas, de porco, miúdos, frutos do mar (camarão

e caranguejo), bacon, banha, toucinho, salame, lingüiça.

Enlatados, embutidos, salgadinhos industrializados.

Bebidas alcoólicas e excesso de açúcar.

Bolos, pudins e biscoitos preparados com gordura

animal,molho a base de manteiga, refrigerantes.

 

Evite ingerir bebida alcoólica 24 horas antes e depois das sessões, o álcool não vai fazer mal, mas pode sobrecarregar o fígado. Não consuma muita gordura antes da sessão pois pode ocorrer enjôos durante a mesma.

Contudo, para melhores resultados, lembre-se de associar terapias como drenagem linfática, corrente russa, endermologia e a prática de atividades físicas imediatamente após as sessões para a utilização e eliminação da gordura dispersa evitando que ela seja novamente armazenada pelo organismo.

Informações adicionais: Dra. Caroline Censi - Nutricionista - CRN10: 1366.

 

 

Obs:

- Todo direito e responsabilidade do conteúdo são de sua autora.

- Publicado em 24/01/2013.

 



Artigos Relacionados:
 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack