gototopgototop

Referência em Fisioterapia na Internet

Referência em Fisioterapia na Internet

FisioWeb em Foco

Reportagens
FisioVídeos

Acesso - Usuário



Nossos Sites

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
Banner

Buscador - Artigos

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Convênio - Estácio - FisioWeb
gototopgototop

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
Gerontologia e suas Áreas E-mail
Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 

 

Trabalho realizado por:

Cristina Ribeiro - Equipe FisioWeb

- Fisioterapeuta Gerontóloga no Atendimento Individual e em Grupo para Pessoas Idosas
- Especialista em Gerontologia pela Universidade Federal de SP (UNIFESP) 2004
- Mestranda em Gerontologia pela PUC-SP (2011)

 

De acordo com o IBGE, estima-se que em 2025 a população idosa atingirá um crescimento três vezes maior do que a população no geral e para cada 3 pessoas da população, 1 será idosa.

E diante deste cenário se faz necessário o conhecimento de algumas ciências que estudam o processo do envelhecimento, a pessoa idosa, assuntos relacionados à velhice e tudo que pode envolver esta última etapa da vida.

E dentre estas ciências destaca-se a Gerontologia, que pode ser definida como a ciência que estuda o processo de envelhecimento, sendo um campo de conhecimento interdisciplinar que pretende estudar o idoso do ponto de vista científico, em todos os seus aspectos, físicos, biológicos, psíquicos e sociais, sendo responsável pelo atendimento global ao paciente.

A gerontologia pode ser definida também como uma disciplina científica multidisciplinar e interdisciplinar, cujas finalidades são o estudo dos idosos, as características da velhice enquanto fase final do ciclo de vida, o processo de envelhecimento e seus determinantes biopsicossociais.

Segundo Netto (2006) a gerontologia torna-se então uma ciência que considera o indivíduo idoso como um ser complexo e que necessita de uma visão holística, ou seja, uma visão que articula os aspectos fisiológicos, psicológicos, culturais e sociais.

Uma outra ciência que se pode citar é a Geriatria, considerada um ramo da Gerontologia. É uma especialidade médica que se preocupa com as doenças do envelhecimento, mas também se preocupa em prolongar a vida com saúde.

Os objetivos da Gerontologia são: tratar dos aspectos biológicos, sociais, psíquicos e legais do envelhecimento, entre outros; e promover pesquisas que possam esclarecer os fatores envolvidos no envelhecimento.


A Gerontologia se divide em algumas áreas, são elas:

1- Geriatria: cuida dos aspectos curativos e preventivos da atenção à saúde.Profissão:Medicina


2- Gerontologia Social:
aborda os aspectos não orgânicos. Compreende os aspectos antropológicos, psicológicos, legais, sociais, ambientais, econômicos, éticos e de políticas de saúde.

Profissões envolvidas: Serviço Social, Engenharia, Arquitetura, Filosofia, Psicologia,Direito,entre outras.


3- Gerontologia Biomédica:
estuda o envelhecimento do ponto de vista molecular e celular, além de pesquisar a prevenção de doenças associadas ao processo do envelhecer. Tenta responder a perguntas: COMO e PORQUE envelhecemos?

Profissões envolvidas: Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Enfermagem, Odontologia, Nutrição, Educação Física, entre outras.

 

E diante das estatísticas mostradas pelo IBGE surge a necessidade tanto por parte da população brasileira quanto das autoridades, se prepararem para este aumento no número de idosos. Isto em relação aos serviços de saúde especializados, a acessibilidade nas ruas e o treinamento de profissionais qualificados para atenderem esta população, que cresce a cada dia.

Então se faz cada vez mais necessário o estudo, a pesquisa, encontros para se debater e compartilhar ideias sobre estes assuntos, não só de pessoas ligadas à saúde, mas também da população em geral, afinal todos estão envelhecendo ou se já são idosos, espera-se ter uma longevidade cada vez mais saudável e produtiva.

 

 

Bibliografia

GARRIDO, R.; MENEZES, P. R. O Brasil está envelhecendo: boas e más notícias por uma perspectiva epidemiológica. Revista Brasileira de Psiquiatria. São Paulo, v. 24 (Supl I), p. 3-6, 2002.

KALACHE, A. et al. O envelhecimento da população mundial. Um desafio novo. Revista de Saúde Pública. São Paulo, v. 21 (3), p. 200-210, 1987.

NERI, A.L., org. Qualidade de Vida e Idade Madura. 6.ed. Campinas: Papirus, 2002.

NETTO, P. M.Gerontologia como Disciplina e a Ciência do Envelhecimento. In: FREITAS, V. E; et. al. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 2ª ed.; Rio de Janeiro; Editora Guanabara Koogan, 2006.

VERAS, R. P. et al. Crescimento da população idosa no Brasil: transformações e conseqüências na sociedade. Revista de Saúde Pública. São Paulo, v. 21 (3), p. 225-33, 1987.

 

 

Obs.:

- Todo crédito e responsabilidade do conteúdo é de seu autor.

- Publicado em 14/07/2010

Artigos Relacionados:
 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack