gototopgototop

Referência em Fisioterapia na Internet

Referência em Fisioterapia na Internet

FisioWeb em Foco

Reportagens
FisioVídeos

Acesso - Usuário



Nossos Sites

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
Banner

Buscador - Artigos

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Convênio - Estácio - FisioWeb
gototopgototop

Inform@tivo

Assinar

Assine e receba periodicamente os nossos comunicados e promoções de produtos e eventos.
Termos e Condições de Uso
Identificação da Síndrome da Fragilidade do Idoso E-mail
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 

 

Trabalho realizado por:

Michelle Salerno de Lima.

* Fisioterapeuta graduada pela PUC/GO, concluindo pós graduação em Fisioterapia em Geriatria e Gerontologia: CEAFI/Universidade São Marcos (Goiânia, GO).

Contato: michelle_salerno25@hotmail.com

 

O conceito mais difundido de fragilidade é o proposto pelo grupo de estudos do Centro de Envelhecimento e Saúde da Universidade Johns Hopkins, no qual trata-se de uma síndrome de declínio espiral de energia, principalmente com sarcopenia, desregulação neuroendócrina e disfunção imunológica (LOURENÇO, 2008). Decorre da interação de fatores biológicos, psicológicos, cognitivos e sociais, não explicada apenas pelo estado senil e maior longevidade. Todavia, sua incidência aumenta com a idade.

No Brasil o aumento da população idosa segue a tendência mundial, com estimativa de um acréscimo de mais de 33 milhões de indivíduos para 2025, colocando o país  no sexto ranking com maior percentual populacional de idosos no mundo (SILVA et al, 2006).

Palavras-chave: fragilidade, idoso, gerontologia.

Critérios para Identificação da Síndrome da Fragilidade do Idoso.

1) perda de peso não intencional (= 4,5 Kg ou 5% do peso corporal no ano anterior);
2) exaustão (avaliada por auto-relato de fadiga);
3) fraqueza muscular (representada pela diminuição da força de preensão palmar);
4) baixo nível de atividade física (quando não saiu para caminhar no último mês, não praticou atividade física nos últimos 3 meses, ou se passa pelo menos 4 horas por dia sentado);
5) redução na resistência muscular ou endurance (representada pela redução na velocidade da marcha, levando 6 segundos ou mais para percorrer 4 metros).

Pontuação:

Três ou mais desses critérios = frágil
Um ou dois critérios = pré-frágil; risco aumentado para tornar-se frágil em 3-4 anos.

Referências:

LOURENÇO, R. A. A síndrome da fragilidade no idoso: marcadores clínicos e biológicos. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto, RJ, Ano 7, jun. 2008
SILVA, T. A A et al. Sarcopenia associada ao envelhecimento: Aspectos etiológicos e opções terapêuticas. Rev. Bras. Reumatol., v. 46, n. 2, p.

 

 

Obs:

- Todo crédito e responsabilidade do conteúdo é de sua autora.

- Publicado em 05/04/2011.


Artigos Relacionados:
 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack